Viagem para Cancún. Não viaje para Cancún sem saber destas 12 dicas

Atualizado: Mar 24



Para quem está chegando agora no Blog e não nos acompanha em outros canais talvez não saiba que a nossa primeira viagem falando sobre o custo x benefício e compartilhando a nossa experiência de Viajar com Economia foi para Cancún - México.




O Projeto Viajar com Economia tem como objetivo compartilhar as nossas experiências, roteiros de viagem, além de fornecer dicas e cupons de desconto para fazer aquele sonho de viagem possível, afinal com planejamento e flexibilidade tudo é possível, assim como essa viagem que muita gente sonha foi possível para nós. Então vamos iniciar compartilhando 10 dicas imperdíveis para você que planeja a sua viagem para o paraíso caribenho.



Dica 1:

Não menospreze o espanhol.

Talvez essa dica não faça muito sentido para quem vai ficar em Resorts, já que a equipe hoteleira são bem preparadas para atender aos turistas, mas caso você siga o nosso roteiro, é importante treinar algumas palavras chaves para facilitar a sua viagem.

Quando estávamos planejando a nossa viagem muitas pessoas falavam que só tinha brasileiro em Cancún e sentimos isso quando fizemos os passeios com as agências, porém como fizemos a maioria dos passeios por conta própria, nos deslocamos com transporte público e a nossa primeira hospedagem foi em um apartamento locado pelo Airbnb, sentimos um pouco de dificuldade para nos comunicar. O que salvava foi que o Rafa havia morado 2 meses com uma equipe que falava espanhol, o que facilitou a comunicação.

Mas não se desespere, não é um bicho de sete cabeças, mas se souber algumas palavras chaves facilita e mostra a admiração e respeito pelo país.


Dica 2:

Tire o Certificado de Vacinação Internacional.


A Organização Mundial de saúde sempre inclui e exclui países do qual é necessário apresentar o Certificado de Vacinação Internacional para entrada. A principal vacina a ser apresentada é contra a febre amarela, mas ressalto que estar vacinado e apresentar o cartão não basta. É preciso apresentar o Certificado.

Quando fomos para Cancun, o país não estava na lista, porém faríamos uma conexão no Panamá, do qual o Certificado era obrigatório. Por mais que era apenas uma conexão do qual não saímos do aeroporto, no voo do Brasil foi solicitado o certificado e assistimos uma pessoa que foi impedida de embarcar pela falta do documento.

O Certificado pode ser adquirido gratuitamente no Centro de Apoio ao Viajante que possui unidades em todo o país. Temos o pensamento que é melhor prevenir, do que remediar, então se você vai para Cancun já procure fazer o seu Certificado com pelo menos 1 mês de antecedência. A vacina demora 7 dias para ficar pronta, apenas após esse prazo o seu documento passa a valer.

Clique nesse site, saiba quais os documentos precisará apresentar e unidade mais próxima. Fizemos esse vídeo explicando o passo a passo de como conseguir o Certificado.


Dica 3:

Faça o Seguro Viagem.


Muitos países tem um atendimento hospitalar impecável, mas não para nós turistas. Um pequeno incidente pode estragar a sua viagem e com o seu bolso. Um atendimento médico em outro país pode ser extremamente caro.

Como havíamos viajado apenas no Brasil, imaginávamos que um seguro viagem seria extremamente caro e nos surpreendemos. O valor é bem acessível. É importante ler o que o seguro cobre e as recomendações. Geralmente um seguro que está no plano intermediário atende bem.

Vamos compartilhar com vocês o seguro que fizemos. Graças a Deus não precisamos usar, mas tinha boas referências, bom custo x benefício e whatsapp para atendimento internacional.

Você pode olhar também se o seu cartão do banco tem direito ao Seguro Viagem, tem algumas bandeiras que oferecem esse benefício.

Dica 4:

Negocie sempre!


Cancun é uma cidade turística e os preços praticados ali estão passíveis de negociação. Mostrar que você sabe do valor, conhece a cidade, que é uma pessoa atualizada e que faz pesquisas faz toda a diferença no momento de fazer a sua compra e te fará economizar vários pesos pelo mesmo produto.

Como exemplo, fizemos vários orçamentos de passeios quando estávamos no Brasil. Fomos sem fechar e quando chegamos conhecemos as agências de nativos. Mostramos que sabíamos do preço praticado e conseguimos economizar muito na compra de passeios e lembrancinhas. Claro que exige um tempo e habilidade com negociação, mas no final para nós valeu a pena!

Dica 5:

Conheça a moeda do país e quanto vale.

A moeda de Cancun é o Peso Mexicano. Vimos que as casas de câmbio só trocava a moeda local por euro ou dólar. Uma dica é trocar o real com antecedência, buscando a melhor cotação nesse site. Todas as vezes que precisamos fazer o câmbio trocamos nesse site e é seguro. Uma dica é ir acompanhando o câmbio e ir trocando aos poucos, assim você garante a média.


Tente planejar a sua viagem e troque todo o dinheiro que irá gastar, leve o cartão internacional desbloqueado apenas para emergências. A taxa do IOF para o cartão de crédito é muito alta e não vale a pena.

Na troca do dinheiro pedimos todas as notas de 100 dólares e levamos na doleira, o que diminui o volume. Uma dica que não fizemos, mas faríamos da próxima vez é levar um pouco de dólar trocado para pegar a van até o hotel. A cotação do aeroporto é muito baixa e quando pagamos com a nota de 100 dólares, o motorista aceita, mas o troco é em peso e na cotação deles, então você pode dinheiro nessa cotação se não tiver notas de menor valor.

Para quem tem medo de andar com dinheiro, há ainda a opção de levar um cartão pré pago, porém o câmbio fica um pouco menos valorizado.


Dica 6:

Fique atento ao horário de funcionamento das casas de câmbio.

O horário de funcionamento das Casas de Câmbio variam de uma para outra. Algumas delas exigem a apresentação do passaporte. Na época a que encontramos com uma melhor cotação e que ficava aberta até mais tarde era uma cabine que ficava em frente a Boate Cocobongo. Trocamos um pouco de dólar e no outro dia a casa de câmbio só abria às 10:00 e passamos um sufoco. Às vezes a lojinha de conveniência OXXO, que é como se fosse uma Loja Americanas do Brasil, aceita pagar em dólar e devolve em peso com uma cotação mais justa, é a melhor opção em caso da falta do dinheiro trocado, porém uma ressalva é importante, a lojinha troca apenas notas de menor valor ou você terá que consumir um valor alto até gerar um pequeno troco em pesos.

É muito importante andar com a moeda local para economizar.

Dica dentro da Dica: Como você terá que andar com o seu passaporte, é muito importante tirar foto dos seus documentos e reservas e enviar por e-mail. Se acontecer algo como perda ou roubo, você terá todos os documentos salvos e diminuirá o seu transtorno.




Dica 7:

Utilize o transporte público para percorrer a zona hoteleira

A principal avenida da área turística de Cancún é a Avenida Kukulkan, é nela que se concentram os principais resorts, shoppings, prais, restaurantes, bares e a famosa Cocobongo.

O ônibus que percorre essa rua é super rápido, constante, possui vários pontos na avenida e é comum os motoristas pararem fora do ponto, basta dar sinal. Enquanto os taxistas infelizmente possuem a fama de cobrar a mais pela corrida e muitos dos carros terem um mau estado de conservação. Tivemos duas experiências com táxi em Cancún e não foram positivas.

Uma outra dica é pagar sempre em peso mexicano, principalmente no ônibus. O peso mexicano tem uma cotação mais baixa do que o dólar e caso você pague em dólar receberá o troco de acordo com a cotação do motorista e se pagar com 1 dólar, não receberá o troco.


Dica 8:

Não confie nos cofres dos hotéis e resorts

Infelizmente já ouvimos relatos de muitos turistas que foram furtados dentro de hotéis e resorts. Entendemos que você está viajando para outro país, que pagou caríssimo na sua diária, mas é melhor prevenir, não é mesmo? Quantos relatos você já ouviu de pessoas que foram em lugares perigosos e nunca aconteceu nada e foram roubados em países de primeiro mundo? Corremos o risco quando paramos de nos prevenir.

O que sugerimos é que guarde o seu dinheiro em lugares menos óbvios. Espalhe pequenas porções do seu dinheiro. Coloque dentro da mala trancada, dentro da meia, no bolso do casaco, utilize doleiras quando for levar o seu dinheiro e proteja as suas cédulas em um plástico caso for passar por alguma situação que a roupa fique úmida. Outra dica é solicitar que não entrem no quarto. Como trocamos de hotel e ficamos no máximo 2 dias em cada um, preferimos prevenir e solicitamos que o quarto não fosse limpo.


Dica 9:

Leve adaptador para a tomada


O formato da entrada da tomada de Cancún é diferente do Brasil. Para evitar ficar desesperado quando chegar no país e não conseguir carregar os seus equipamentos, já leve o adaptador do Brasil. Orientamos que opte pelo que tiver maior número de entradas para carregar os equipamentos. Caso esqueça dessa dica, não se desespere. Você consegue encontrar adaptador em supermercados como Walmart por um preço bem acessível.


Dica 10:

Não está hospedado em um resort? Leve o seu lanche para a praia

Diferente do Brasil, as praias da Zona Hoteleira não possuem barraquinhas e os ambulantes são proibidos, por esse motivo são raros. A orla da zona hoteleira é repleta de resorts. Você vai conseguir frequentar as praias caso não esteja hospedado em um resort a beira mar, porém não encontrará estrutura para se alimentar e nem cadeiras para se sentar, já que as estruturas, na maioria das vezes, pertencem aos resorts. Um outro ponto importante é que você consegue percorrer toda orla, porém há corredores entre os resorts que você passa por eles para entrar e a distância, dependendo da região, pode ser grande.

As principais praias públicas na Zona Hoteleira são: Playa Tortugas, localizada no km 6.5, essa Praia tem águas tranquilas, tom azul claro e turquesa e um amplo espaço para estender a sua toalha, geralmente é frequentada pelos mexicanos e é a única que encontramos com um pouco de estrutura de quiosques. Playa Langosta, localizada no km 5, é de onde geralmente sai o Ferry Boat para Isla Mujeres. Outra Praia pública é a que fica ao lado do Hotel Riu Palace (Águas calmas e tom do mar azul turquesa) e Playa Delfines, onde fica o letreiro de Cancún, km 18, possui um mar verde claro com azul turquesa, mas águas agitadas, nessa praia há alguns quiosques de uso público.

Uma dica para quem vai aproveitar o dia na praia é levar lanches e bebidas. No próprio OXXO e supermercados encontramos caixas de isopor e lanches práticos para garantir o sustento durante os momentos de lazer e não precisar interromper o dia para lanchar.


Dica 11

Evite alugar carros em Cancún


Como disse, é possível percorrer toda a Zona Hoteleira de transporte público, não é o mais confortável, mas funciona bem. Caso precise percorrer distâncias maiores há ônibus da ADO que fazem esses trajetos. Há opção também de vans coletivas, agências e transfers.

Alugar um carro em Cancún pode ser mais complicado do que parece. Há relatos de pessoas que locaram o carro e foram paradas por policiais que afirmavam que o motorista havia infringido alguma lei. Resultado: muitos dólares são levados como propina, ou o carro e documentação pode ser apreendido. Como são frequentes esses casos, a nossa orientação é que evite a locação do carro.


Dica 12

Se hospede alguns dias em Playa del Carmen

Playa fica a 68 km de Cancún, mas para nós, uma das decisões mais assertivas foi dividir a nossa hospedagem entre Cancún e Playa.

Playa Del Carmen tem uma noite incrível, a Quinta Avenida tem uma ampla opção de restaurantes, lojas, festas noturnas e é uma delícia caminhar na Avenida a noite que é iluminada e lembra um shopping ao céu aberto. Outra vantagem, é que é possível encontrar variados estilos de hospedagens, desde a hostels e pousadas a hotéis boutique e resorts. Mais um benefício é a proximidade a atrações como parques e a possibilidade de pegar uma van coletiva para visitar cenotes, Tulum e Akumal. É de Playa que sai também o Ferry Boat para a Ilha de Cozumel, o local que tem a segunda maior barreira de corais do mundo e para nós, é um passeio imperdível! Quando chegamos em Playa, não achamos o mar tão bonito como de Cancún, mas se você caminhar para o lado direito, encontrará um mar como esse da foto abaixo. Incrível, né?


Esperamos que tenham gostado das dicas compartilhadas por aqui. Continuem nos acompanhando e se ficou alguma dúvida ou sugestão, deixe aqui, será um prazer responder você!

Sempre tenha Uma Boa Viagem!


29 visualizações

Sobre Nós

Ela (Núbya Gelmini) Psicóloga e Digital Influencer. Ele (Rafael Gelmini) Fotógrafo e Vídeo Maker, mineiros, idealizadores do Projeto Viajar com Economia.

 

Saiba Mais

 

Viajar com Economia

contato@viajarcomeconomia.com

Rua Dona Mariana da Costa, Vespasiano - MG 33200-112

© 2020 by Viajar com Economia

Faça parte da nossa lista de e-mail

  • Branca ícone do YouTube
  • White Facebook Icon