Caraíva: pé na areia e olhos nas estrelas, vem #caraivar

Conheça um dos destinos mais lindos e cobiçados do sul da Bahia


Você sabe o que é turismo de experiência? É permitir que a natureza, assim como ela é te surpreenda! E se é isso que você procura, na Bahia, se tem um lugar que nos permite experiência dos pés a cabeça com maior intensidade, desconheço! Falar de experiência, é abrir espaço para amar ou odiar. Por esse motivo, o destino que vamos te levar hoje divide opiniões, há quem ama e há quem odeia! Hoje vamos embarcar diretamente para Caraíva, uma comunidade litorânea, localizada na Costa do Descobrimento, pertencente à badalada Porto Seguro. Assista o vídeo e tire as suas próprias conclusões.


Com uma população média de 1.000 habitantes, Caraíva não é praia para quem busca teto rebaixado de gesso e deck de madeira. É praia para quem busca banho de rio, pé na areia, simplicidade e contemplar as estrelas. É terra de índio, de se encantar com os pequenos detalhes e descobrir a riqueza na rusticidade.


E você deve estar se perguntando, mas como chegar em Caraíva? E a aventura começa aí! Para Caraíva é possível ir de carro, empresas de turismo ou ônibus. Como a estrada até lá não é uma das melhores e não queríamos que o carro sofresse, resolvemos ir de ônibus, que na nossa opinião é o melhor custo x benefício. Caso você decida ir de carro, terá que arcar com o custo do estacionamento que fica em Nova Caraíva. Em Caraíva a entrada de carro é proibida.

Valores do Estacionamento (pode haver alteração de acordo com a temporada) Van: R$30,00 por dia; Carro: R$20,00 por dia; Moto: R$10,00 por dia.

Saímos de Porto Seguro e pegamos a balsa até Arraial d’Ajuda no valor de R$5,00 por pessoa (ida e volta), caso esteja de carro o valor é R$18,60. Chegando da balsa, ao lado direito, encontramos um estacionamento com várias vans estacionadas, a maioria segue em direção ao centro de Arraial, por esse motivo é importante perguntar qual é a van que está indo para Caraíva, o valor da van é R$30,00, e leva cerca de 2 horas para chegar a Caraíva. Já o ônibus custa R$22,44 e faz o percurso em cerca de 3 horas.

O ônibus tem um ponto na frente do estacionamento, mas é muito importante ficar atento aos horários pois são pontuais, por esse motivo recomendamos que ligue para a rodoviária com antecedência (telefone da rodoviária de Arraial d”Ajuda: (73) 3575-1170). Clique no vídeo e acompanhe a nossa chegada.


Chegando em Nova Caraíva encontramos o estacionamento e as canoas para travessia do rio até Caraíva. Na entrada das canoas há uma taxa de Ecoturismo no valor de R$10,00 por pessoa. Essa taxa não é obrigatória, mas apoia em algumas ações de manutenção e ecoturismo da aldeia. Para atravessar o Rio Caraíva de canoa é cobrado o valor de R$5,00 por pessoa.

Lugar mágico


Caraíva é um lugar mágico, aconchegante e que nos convida a voltar às nossas origens, andar descalço, tomar banho de rio, admirar as estrelas. Quando chegamos achamos que apenas um dia ou dois seriam o suficiente para conhecer bem o vilarejo, mas a beleza e encantos de Caraíva se espalham pelas praias vizinhas assim como o rio se espalha pelo mar. O vilarejo realmente é pequeno, mas não recomendo fazer um passeio bate e volta, à noite é tão mágica quanto o dia e Caraíva é feita para se sentir devagar. Vou dar algumas dicas de como você poderá sentir o vilarejo, algumas pagas e muitas gratuitas.


Na vila tem o Juber (o Uber animal), que é destinado para carregar malas e mantimentos, porém há ofertas para carregar pessoas também. A não ser que realmente precise, diga não a exploração animal e caminhe pelo vilarejo.

Em Caraíva é tudo perto e caminhar te fará bem! Todos os dias caminhávamos até a praia, íamos até a Barra onde acontece o encontro do mar com o Rio Caraíva, voltávamos pelo lado que ficam as águas rasas, percorremos a rua dos restaurantes até a igrejinha. É muito gostoso sentir a textura da areia (apenas evite sair sem chinelo em dias muito quentes, a areia realmente queima o pé), ver as pessoas, sentir o clima e observar cada detalhe do vilarejo que nos encanta pela simplicidade e detalhes que fazem a diferença.


Onde hospedar?

Com o descobrimento da região e atração dos olhares turísticos, Caraíva tem desde opções mais requintadas às mais básicas, mas sempre busca preservar a rusticidade da região.

Ficamos hospedados em duas pousadas. A primeira foi o Recanto do Carcará, que tinha uma localização ótima, a alguns metros do ponto de chegada, mas que hoje, infelizmente está fechada devido a crise instalada na região com a pandemia.

Outro lugar que ficamos e também recomendamos, foi na Casas do San essas você ainda poderá desfrutar. Se tratam de casas e quartos que se adaptam de acordo com a sua necessidade. Ficamos na "Suíte Charmosinha", muito confortável e romântica. Caso você esteja sozinho, poderá optar pelo quarto coletivo e se estiver em família, poderá optar pela casa inteira com acesso a cozinha. Veja a nossa experiência:



O que fazer em Caraíva

  • Assista o pôr do sol no Rio Caraíva

  • Tome um banho de mar e no rio Caraíva

  • Conheça o Projeto Caraíva Viva

  • Passeio de Bóia no Rio Caraíva

  • Procure um restaurante que sirva comida de índio (sugestão: Patioba)

  • Ver o sol refletindo no rio que tem uma charmosa casinha amarela na orla, os raios de sol que fazem da areia mais dourada e ainda é comum ver algumas canoas atravessando o rio, o que deixa o cenário perfeito e os nossos corações gratos por estar vivendo tudo isso. Ter a possibilidade de ter uma água doce próximo ao mar realmente é um privilégio, por isso não perca a oportunidade de se banhar no mar e depois correr para a água doce. Você poderá observar que o mar muda de cor de acordo com a maré. Quando a maré está abaixando, o rio invade o mar e o tom verde começa a ser tomado por uma tonalidade achocolatada. Quando a maré começa a subir é hora do mar invadir o rio e o mar volta a ficar esverdeado. É importante ficar atento também a correnteza do rio que muda de acordo com as tábuas de marés. Projeto Caraíva Viva

O Projeto Caraíva Viva é uma linda ação desenvolvida com as crianças do vilarejo. O espaço promove várias atividades como aulas de informática, capoeira, dança, inglês, canto, entre outras. Diariamente essas atividades acontecem no núcleo, o que desenvolve e qualifica as crianças e adolescentes locais.

Um passeio que não esperávamos muito e que foi sensacional foi percorrer o rio Caraíva de bóia. Saímos do lado direito de onde ficam as canoas, subimos o rio de lancha até chegar na Prainha. Chegando lá ficamos cerca de 10 minutos para tirar fotos, tomar uma água de coco e um banho de rio.


Chegando nesse ponto é possível escolher se vai descer de boia esperando a correnteza levar (cerca de 1 hora e meia) ou descer puxado de lancha (cerca de 20 minutos). Como a correnteza estava pouca resolvemos descer puxados de lancha e foi uma delícia! Curtir a água do rio, as paisagens, sentir a brisa no rosto e a água correndo na pele é uma sensação espetacular e que super indicamos. Valor do Passeio: R$50,00 por pessoa (na baixa temporada pode chegar a R$40,00) Contato: Petróleo (73)99863-7910 Veja os passeios que fizemos por lá:


Ao lado esquerdo do mar também encontramos lindas praias! Para chegar do lado onde caminhamos são cerca de 3 quilômetros até chegar na Praia de Satú, há a travessia do Rio Caraíva, que pode ser atravessado caminhando na maré baixa, em algumas partes podendo ser a nado com correnteza, então só atravesse se sentir seguro. A outra forma é atravessar de canoa, no valor de R$5,00 por pessoa.


Caminhamos até a Praia de Satú e realmente é um lugar lindo. Na maré baixa se formam piscinas naturais, algumas vegetações fazem sombras na areia e encontramos algumas pedras rosadas. Na praia também encontramos um lago de água doce. Dizem que são dois e que o segundo é mais claro que o primeiro, mas no dia que fomos o segundo estava seco. Para quem tiver muita disposição é possível caminhar até chegar a Praia do Espelho.

Na Praia de Satú tem poucas opções de barracas, fazendo com que os preços sejam altos. Caso queira economizar, leve água e lanches rápidos.


Beco da Lua


O Beco da Lua é um lugar que funciona exclusivamente à noite, a partir das 19h. Se trata de um corredor super charmoso e que tem uma decoração linda! De um lado encontramos a simulação das casinhas coloridas da antiga vila, do outro encontramos opções gastronômicas como comida japonesa, massa, hamburgueria e bebida também, com a drinkeria. O local conta com um palco que sempre recebe programações com música ao vivo. Aproveitamos tanto durante o dia que não tivemos disposição para conhecer essa atração durante a noite, mas ficamos sabendo que as noites de Caraíva são embaladas pelo forró. As duas casas noturnas se revezam para receber os visitantes. A programação acontece geralmente de quarta a domingo, de 22h30 às 4h00.

Rica em beleza natural e gastronômica, se engana quem acha que Caraíva é um destino barato. Pela dificuldade de acesso e por vários turistas terem descoberto a riqueza do local, Caraíva não é o destino mais barato, mas como em todo destino, é possível fazer escolhas que tornam essa experiência possível. Clique no próximo vídeo e tenha uma noção de quanto custa conhecer Caraíva: